domingo, 28 de março de 2010

60 dias

Aquilo que queima em mim sem deixar consequências.                                                    
Aquela que amo sem amar.     
Quero sem querer.

Num abraço que nasce um amor tão impossível.
O tempo que transforma algo tão simples, num desejo infindo.

2 comentários:

A. disse...

eu sei como é...

Najla Salih disse...

eu devo saber como é